Palo Santo (Pau Santo) - varetas, cones, lascas...

Palo Santo (Pau Santo) - varetas. cones, lascas, extratos e óleos

Palo Santo (Pau Santo) - varetas. cones, lascas, extratos e óleos

O incenso Espiritus del Ande é um produto 100% natural feito artesanalmente a partir de plantas e resinas nativas da Cordilheira dos Andes. Os seus ingredientes principais: Palo Santo e Wiraqoya são conhecidos como medicamentos para purificação, limpeza e boa sorte. A iluminação do incenso representa a nossa intenção e oração, sendo liberado para o campo de energia vir e se manifestar.

(Burseara graveolens) Palo Santo ou "Pau Sagrado" é o incenso aromático de madeira natural usado por séculos pelos incas e povos indígenas dos Andes como um remédio espiritual para a purificação e limpeza, para se livrarem dos maus espíritos e dos infortúnios, bem como para fins medicinais. É frequentemente usado pelos xamãs em cerimónias sagradas de espírito das plantas.

Nos sistemas etnobotânicas do Palo Santo da Cordilheira dos Andes também é usado: como um repelente de insectos, como um estimulante felino (semelhante ao catnip), para constipações, ataques de asma, alergias, stress, ansiedade, doença do mar (enjoos), enxaquecas, artrites, dores do pescoço, dores cervicais, meditação e relaxamento.

Estes incensos são produzidos por mãos amorosas, cuidadosamente utilizando um espaço meditativo enquanto misturam e moldam as varetas e cones. Eles são, então, secos e embalados em caixas artesanais. As varetas e cones são produzidos por nativos locais no sul do Peru. Trata-se de um projecto de Comércio Justo com pessoas que recebem um salário justo a trabalhar em ambiente cooperativo. As misturas individuais oferecem uma diversidade de aromas e de energias. O Palo Santo e a Wiraqoya têm sido usados por milhares de anos para promover a saúde física e espiritual. Ambas as árvores são nativas da Cordilheira dos Andes.

O nosso Palo Santo (varetas e cones) é sustentavelmente selvagem e colhido de reservas no Equador e Perú a partir de árvores caídas naturalmente e de galhos que estão mortos entre 4-10 anos antes de serem colhidos.

Uma parte do preço de venda vai para ajudar a replantar estas árvores ameaçadas de extinção.