INCENSO - Como fazer as suas próprias varetas o...

27/12/2016 - INCENSO - Como fazer as suas próprias varetas ou cones - por Lia Geraldes de Matos

INCENSO - Como fazer as suas próprias varetas ou cones - por Lia Geraldes de Matos

Todos os produtores de incenso têm suas próprias técnicas quando se trata de criar esses itens perfumados e os métodos variam consideravelmente, dependendo das tradições envolvidas. No entanto, existem certos princípios básicos que pode aplicar se está tentado a fazer as suas próprias varetas ou cones.
 
Em primeiro lugar, precisará ter ingredientes naturais de alta qualidade para criar o seu incenso solto. Pode escolher entre uma variedade de madeiras, resinas, ervas e especiarias. Aqui estão alguns exemplos de cada tipo de ingrediente:
 
Madeiras: sândalo, madeira de ágar, pinho, cedro
Resinas: âmbar, mirra, olíbano, franquincense
Ervas e especiarias: baunilha, sálvia branca da Califórnia, gengibre, canela
 
Tente sempre usar, pelo menos, uma resina ou madeira na sua mistura.
 
Em seguida, transforme os ingredientes num pó muito fino para ajudar ao processo de combustão. A mistura resultante pode ser combinada com pó de carvão vegetal e um agente de ligação tal como o tragacanto. A esta mistura deve adicionar o pó makko, que é feito da casca da árvore do tabu-no-ki. Este é um material combustível que também é solúvel em água.
 
Quando adicionado à mistura de incenso solta, juntamente com um pouco de água destilada, o pó makko permite a formação de cones de incenso ou varetas. A água deve ser adicionada muito lentamente enquanto mistura os ingredientes. Quer que a mistura se torne gomosa e flexível, mas que ainda se mantenha firme quando é moldada.
 
Uma vez que está na consistência certa, pode transformar a mistura em cones ou aplicá-lo a varetas. Se estiver usando varetas de bambu, certifique-se de obter versões “blanks”, ou seja, sem aditivos. Depois de ter feito os itens desejados, deixe-os secar. Isso pode levar um par de semanas ou mais e tem que ter em mente que os cones tendem a demorar mais tempo que as varetas. Para ver se os cones estão prontos, gire-os de cabeça para baixo e certifique-se de que seus “undersides” são todos da mesma cor. Se estiverem mais escuros no meio, precisam de mais tempo.
 
Em seguida vem a parte divertida: começar a testar as suas criações! Se achar que as varetas ou cones não queimam consistentemente, pode precisar aumentar a quantidade de pó makko que adiciona. Por outro lado, se tenderem a queimar muito rápido, deve diminuir a quantidade de pó makko.

Lia Geraldes de Matos